Interferência

Bolsonaro exonera diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal depois de nota de falecimento

O Palácio do Planalto trocou nesta sexta-feira o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Adriano Marcos Furtado.

 

Como era esperado Bolsonaro interfere na Polícia Rodoviária Federal e troca Diretor Geral, após reclamação de nota oficial emitida pela PRF lamentando a morte de um policial rodoviário federal por coronavírus no dia 21 de abril.”

No universo bolsonarista, ninguém pode lamentar as mortes por Covid-19.

 

Com informações do blog OAntagonista


* A Revista Eletrônica DEIXAEUTEFALAR reserva-se o direito de manter integralmente a opinião dos articulistas sem intervenções. No entanto, o conteúdo apresentado na seção "COLUNISTAS" é de inteira responsabilidade de seus autores.

Deixe um comentário