Leitos

Com novos equipamentos, Governo amplia quantidade de leitos de UTI do Hospital de Campanha – Unidade II

Os equipamentos são essenciais para pacientes graves da Covid-19

Publicado em 1 de fevereiro de 2021 0

O Governo de Rondônia recebeu equipamentos para ampliação de leitos de UTI do Hospital de Campanha – unidade Zona Leste, em Porto Velho, no início da manhã deste sábado (30), reforçando o compromisso do Estado em salvar vidas, diante do enfrentamento à pandemia da Covid-19.

São 20 monitores multiparâmetros e 20 respiradores, encaminhados pelo Ministério da Saúde, e mais 60 bombas de infusão adquiridas pelo Governo de Rondônia. Com isso, a unidade, conhecida como antigo Cero, amplia de 30 para 50 leitos de UTI.

“Não podemos ficar parados. O governador, Marcos Rocha, falou com o ministro da Saúde e foram enviados esses equipamentos essenciais para leitos de UTI”, disse o secretário de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo.

Os equipamentos foram entregues no hospital na manhã deste sábado, 30

O aparelhamento veio junto à conquista da ativação de mais leitos na noite de sexta-feira (29), a  partir da contratação de médicos. “O Cero já tinha 30 leitos de UTI montados pelo Governo de Rondônia, entretanto, nem todos funcionavam por falta de médicos, e hoje, apesar de todas as turbulências, é um dia feliz, porque graças a Deus apareceram alguns médicos e nós conseguimos colocar para funcionar os 30 leitos”.

Para os 20 novos leitos de UTI, ainda não há médicos, mais a expectativa é que mais desses profissionais somem, em breve, à batalha contra a Covid-19 no Estado.

“Nós continuamos na dependência de médicos, mas o Ministério da Saúde também através do contato do governador, coronel Marcos Rocha, estará mandando esses profissionais. Com esses médicos chegando, vamos conseguir, com fé em Deus, colocar os outros 20 leitos para funcionar”, assegura o secretário.

EQUIPAMENTOS

Monitor multiparâmetro – Através dele é possível monitorar a evolução dos indicadores de saúde do paciente, ou seja, uma avaliação em tempo real dos sinais vitais do paciente. Possui dois modos adicionais, onde faz a pressão não invasiva e invasiva. Monitora ainda o ECG, que é uma representação gráfica da atividade elétrica do coração, assim também como a saturação do paciente.

Respirador – Auxilia o paciente a respirar, muito importante, pois pacientes graves da Covid-19 podem apresentar dificuldade respiratória.

Bomba de infusão – Ajuda na alimentação dos pacientes, assim também como na medicação.

 

Fonte: Secom

Gostou da notícia? Siga o DEIXA EU TE FALAR  no FacebookInstagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias do Brasil e Rondônia.


HostMídia