Por Rosinaldo Pires

Como uma bomba de destruição em massa, vírus ameaça a humanidade

O mundo vive uma crise sem precedentes, e um vírus coloca de joelhos continentes inteiros, e não vemos nenhuma luz de uma possível vacina ou cura.

Publicado em 21 de abril de 2020 0

Bomba de destruição em massa

As informações com relação a este terrível vírus mudam todo o tempo, antes falava-se que para os idosos, o perigo era maior, hoje o novo coronavírus mata, crianças, adolescentes e adultos que não tinham quadro de doenças preexistentes. Nossos governos demonstram não ter o preparo necessário para combater a pandemia.

 

O pior está por vir

O Sistema de Saúde em Rondônia, apesar do crescimento diário de contaminados pelo novo coronavírus, ainda mantém o equilíbrio, mas isto é temporário. Com a flexibilização da quarentenara novos casos tendem a surgir, e óbitos serão registrados.

 

Inércia de Fernando Máximo

O Secretário de Saúde do Estado de Rondônia, como Administrador é um excelente médico, e demonstra com sua ingerência, despreparo no enfrentamento desta pandemia, esta evidência tem crescido entre os rondonienses, uma vez que Máximo sob suspeita de corrupção, vêm enfrentando resistência de profissionais de sua pasta. Os deputados estão cogitando a hipótese de uma CPI para investigar os gastos realizados pela saúde em Rondônia no combate ao novo coronavírus.

 

Gastos Desnecessários

Recentemente o Secretário de Educação do Estado de Rondônia Suamy Vivecananda solicitou umas despesas de R$ 2,3 Milhões em gastos que diante da pandemia não são necessários. A gota d’água foi os aluguéis de ambulâncias por parte de Fernando Máximo, que gerou mal-estar diante dos deputados Laerte Gomes (PSDB) e Jean de Oliveira (MDB), que questionaram tais procedimentos.

 

Atacando à Imprensa

O Jornalista Rubens Coutinho do site de notícias “Tudo Rondônia”, bem como outros profissionais de imprensa, vêm denunciando as arbitrariedades do Governo Marcos Rocha e do Secretário de Saúde Fernando Máximo que tem a pretensão de disputar à prefeitura de Porto Velho nestas eleições.

O jovem secretário acusa jornalistas e veículos de comunicação de difundir “fake news”, e afirma que estão tentando prejudicar o seu trabalho no combate ao novo Coronavírus. “Tudo que saiu dizendo que o Governo alugou são notícias falsas de jornalecos e sites mentirosos. Não alugamos ambulâncias. Foi feita uma cotação de preços e a Supel fez um chamamento público e espalhou para o Brasil inteiro para as empresas lançarem as propostas. Pegamos propostas e em nenhum momento foi contratada ambulância, é mentira, notícias falsas… Cidadãos de Rondônia vocês são inteligentes, não se deixem levar por mentiras…”, disse o secretário.

 

Transparência

O presidente da OAB/RO, Elton Assis, notificou o Governo de Rondônia e requereu a implantação urgente de medidas de controle social, para que a sociedade acompanhe, em tempo real, os atos de gerenciamento quanto à contratação pública em face da decretação do Estado de Calamidade a exemplo do Governo Federal.

 

Sugestão

Não basta dizer na televisão que você está fazendo isso ou aquilo, tem que ser prático, secretarias de ação social tem que funcionar em larga escala, bem como os entes políticos:

  1. Cadastramento para receber sextas-básicas;
  2. Liberação de empréstimos ao povo (banco do povo), sem consulta a SPC e SERASA;
  3. Agilidade (até hoje tem gente que não recebeu nem a primeira parcela da ajuda federal);
  4. Senadores, Deputados Federais, Deputados Estaduais e Vereadores devem destravar o sistema de maneira temporária (criação de meios legais), em conjunto com o executivo (Governo e Prefeitura) em parceria com o judiciário;
  5. Não vejo nada disto em Rondônia.
  6. Fazer o que nunca foi feito;
  7. Vão-se os anéis, ficam os dedos;
  8. Façam alguma coisa. O povo implora.

 

Mensagem Subliminar

A recente manifestação realizada em Brasília em favor do Governo Bolsonaro foi uma mensagem direta ao Presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM), e ao STF, sobre a possibilidade do AI-5. O Presidente Jair Bolsonaro negou veementemente está teoria, a ponto de repreender um de seus apoiadores durante coletiva de imprensa em Brasília.

 

Globo VS Bolsonaro

A batalha entre o Presidente Jair Bolsonaro e a Central Globo de Jornalismo está longe de acabar. Com a possibilidade de perder a concessão, a Globo luta com todas às suas forças, e que não vislumbra no governo de Jair alguma hipótese de voltar a ter contratos milionários de publicidade, como era em governos anteriores.

Gostou da notícia? Siga o DEIXA EU TE FALAR  no FacebookInstagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias do Brasil e Rondônia.


HostMídia