Tráfico

Denarc prende homem homem apontado como um dos maiores traficantes de Rondônia

Uma ação realizada por policiais do Departamento de Narcóticos (Denarc) na tarde desta terça-feira (16), resultou na prisão do foragido George Wiliam Batista, 35 anos, com vários mandados de prisão em aberto. Segundo a Polícia, o criminoso é considerado um dos maiores traficantes de Rondônia. Durante as investigações, os policiais constataram que haviam três mandados…

 

Uma ação realizada por policiais do Departamento de Narcóticos (Denarc) na tarde desta terça-feira (16), resultou na prisão do foragido George Wiliam Batista, 35 anos, com vários mandados de prisão em aberto.

Segundo a Polícia, o criminoso é considerado um dos maiores traficantes de Rondônia.

Durante as investigações, os policiais constataram que haviam três mandados de prisão expedidos contra ele, sendo dois da comarca de Rondônia e um do Distrito-Federal.

Segundo a Polícia, Wiliam era investigado pela Polícia Civil de Cacoal e foi alvo da operação Turing. Na ação, no dia 18 de Setembro de 2020, durante um cumprimento de um mandado de busca e apreensão, na casa do criminoso, em Guajará-Mirim, os policiais encontraram 85 kg de cocaína, 3.5 Kg de maconha, R$ 18 mil em dinheiro. Neste dia, Wiliam não estava no local. Todo o material aprendido na casa, foi avaliado e o prejuízo ao crime chegou a R$ 3 milhões.

Após as apreensões na residência, os policiais do Denarc da capital acirraram as investigações. Foram dias de trabalho, e campanas policiais. Nesta terça-feira, após perseguição nas ruas da Zona Sul de Porto Velho, os agentes do DENARC conseguiram abordar e prender o criminoso foragido.

De acordo a Polícia, Wiliam gostava de ostentar nas redes sociais. Ainda segundo a Polícia, caso seja condenado pode pegar mais de 100 anos de prisão. O foragido foi encaminhado para o sistema prisional, onde ficou à disposição da justiça.

 

Fonte: Rondoniagora


* A Revista Eletrônica DEIXAEUTEFALAR reserva-se o direito de manter integralmente a opinião dos articulistas sem intervenções. No entanto, o conteúdo apresentado na seção "COLUNISTAS" é de inteira responsabilidade de seus autores.

Deixe um comentário