Por Robson Oliveira

A criatura agora não reconhece o criador; Tiziu fez um péssimo negócio; Deputado faz ilações de supostos malfeitos no judiciário

A íntegra da coluna redigida por Robson Oliveira

Publicado em 29 de outubro de 2020 0

RETA FINAL 

Embora haja uma expectativa na capital entre os candidatos a prefeito com a divulgação da próxima pesquisa do Ibope – poderá sair ainda esta semana -, é provável que a segunda vaga vai ser disputada voto a voto entre Vinícius Miguel (Cidadania), Breno Mendes (Avante) e Cristiane Lopes (PP). O atual prefeito, Hildon Chaves, é fortíssimo candidato a outra vaga. As pesquisas internas com as quais os candidatos monitoram a campanha revelam que a próxima semana vai ser definitiva, haja vista que tradicionalmente o eleitor de Porto Velho decide em quem vota nos últimos dias. O que ainda não dá para aferir se haverá mais uma vez efeito manada em favor de algum dos candidatos, inclusive aqueles que estão atualmente pontuando abaixo de dois dígitos. Nada está definido, independente dos números que o Ibope haverá de divulgar.

IRONIA 

Por ironia do destino o candidato a vereador, magistrado aposentado Walter Waltemberg (MDB), teve o pedido de registro negado pelo Tribunal Regional Eleitoral (cabe recurso). Por coincidência, a mesma corte que preteriu à presidência o desembargador aposentado quando colocou o nome ao pleno do TJ para compor o colegiado. O motivo pelo qual a justiça eleitoral negou o registro – falta de desincompatibilização com a escola da magistratura – é absurdo. Contudo, é o que supostamente dispõe a norma e que o desembargador aposentado e constitucionalista não interpretou conforme o “pé da letra”. Parece ironia, mas a candidatura corre um risco enorme de não vingar nas cortes eleitorais. Até para disputar um cargo na AMB o magistrado tem que se afastar das funções na escola. Quem perde é o legislativo mirim da capital que poderia contar com alguém merecedor das funções. Diz o adágio: “Casa de ferreiro, espeto de pau”, eis aí um caso concreto.

CRIATURA 

O candidato do Avante na capital, Breno Mendes, é quem mais bate forte na atual administração e tenta se habilitar com o reforço de auxiliares e do governador Marcos Rocha para rivalizar com Hildon Chaves. Os concorrentes que fiquem espertos, basta lembrar ao eleitor que pouco tempo atrás o Breno que hoje atira pedra é o mesmo que recentemente defendia o prefeito com unhas e dentes, antes de ser demitido do cargo de chefe de gabinete. A criatura agora não reconhece o criador. Olha que não faltaram amigos para alertar ao prefeito do erro que cometera. Mas ouvir nunca foi uma virtude do nosso alcaide já que a senha de falar sempre está com ele.

CASTIGO 

Tiziu Jidalias, candidato a prefeito em Ariquemes, ao que tudo indica, fez um péssimo negócio quando trocou Carla Redano por Marley Mezzomo, na chapa majoritária. Depois de preterida do cargo de vice-prefeita, a bela Carla decidiu lançar-se candidata contra Tiziu e a candidatura, reforçada pelo atual prefeito Thiago Flores, está consistente e promete surpreender. Não é a primeira vez que o ex-deputado mete os pés pelas mãos com um bico empinado quando tende a ficar cantarolando só. Um castigo para quem ouve vozes do além (segundo ele), em detrimento das vozes dos mortais.

BRAÇADA 

Com uma candidatura de proveta apresentada de última hora pelo PDT, o deputado estadual Jhony Paixão tem ampliado os apoios para sua candidatura a prefeito de Ji-Paraná, segundo colégio eleitoral do estado. O parlamentar nada de braçada num pleito que parecia ser duro antes da prisão do prefeito Marcito Pinto. Julian Caudal, escalado para substituir Marcito pelo PDT, entra na disputa tendo que explicar os malfeitos do ex. Entrou foi numa baita fria.

CRIATURA 

O candidato do Avante na capital, Breno Mendes, é quem mais bate forte na atual administração e tenta se habilitar com o reforço de auxiliares e do governador Marcos Rocha para rivalizar com Hildon Chaves. Os concorrentes que fiquem espertos, basta lembrar ao eleitor que pouco tempo atrás o Breno que hoje atira pedra é o mesmo que recentemente defendia o prefeito com unhas e dentes, antes de ser demitido do cargo de chefe de gabinete. A criatura agora não reconhece o criador. Olha que não faltaram amigos para alertar ao prefeito do erro que cometera. Mas ouvir nunca foi uma virtude do nosso alcaide já que a senha de falar sempre está com ele.

CASTIGO 

Tiziu Jidalias, candidato a prefeito em Ariquemes, ao que tudo indica, fez um péssimo negócio quando trocou Carla Redano por Marley Mezzomo, na chapa majoritária. Depois de preterida do cargo de vice-prefeita, a bela Carla decidiu lançar-se candidata contra Tiziu e a candidatura, reforçada pelo atual prefeito Thiago Flores, está consistente e promete surpreender. Não é a primeira vez que o ex-deputado mete os pés pelas mãos com um bico empinado quando tende a ficar cantarolando só. Um castigo para quem ouve vozes do além (segundo ele), em detrimento das vozes dos mortais.

BRAÇADA 

Com uma candidatura de proveta apresentada de última hora pelo PDT, o deputado estadual Jhony Paixão tem ampliado os apoios para sua candidatura a prefeito de Ji-Paraná, segundo colégio eleitoral do estado. O parlamentar nada de braçada num pleito que parecia ser duro antes da prisão do prefeito Marcito Pinto. Julian Caudal, escalado para substituir Marcito pelo PDT, entra na disputa tendo que explicar os malfeitos do ex. Entrou foi numa baita fria.

SUS 

Diagnosticado com malária vivax (4 cruzes) perambulei entre o Cemetron e o posto de saúde Ana Adelaide, em Porto Velho, para conseguir a medicação que somente a rede pública é responsável pela distribuição. No Cemetron, às 20 horas de terça-feira, fui avisado que o expediente destinado a conceder o remédio havia fechado às 18 horas, e que viesse no dia seguinte. Ainda argumentei em vão que estava com dores, febre e mal estar e precisaria tomar a medicação. O guarda gentilmente disse: não posso fazer nada. Fui ao Ana Adelaide e para minha surpresa fui muito bem recebido por uma enfermagem bem profissional. Havia dezenas de pessoas aguardando a vez para serem atendidas pelos médicos de plantão, mas recebi os remédios sem maiores burocracia com um atendimento  de fazer inveja à rede privada hospitalar da capital. Tenho somente a agradecer ao pessoal do Sus que carrega este pepino e não é bem remunerado como deveria ser. Agradeço à enfermeira Redijane pela atenção e profissionalismo com que atendeu a este moribundo da cabeça chata.

CASSADO

O deputado estadual Aelson da TV terá seu mandato cassado assim que o pleno do Tribunal Superior Eleitoral julgar seu recurso. As teses defendida pelo parlamentar já foram fulminadas no Tribunal Regional Eleitoral que reconheceu abuso de poder na utilização de veículos comunicação para projetar seu mandato. O curioso foi o desabafo feito pelo deputado nas redes sociais com ilações de supostos malfeitos no judiciário. Infelizmente, ele faz as ilações sem indicar quais sejam. Jus espernani, como diz no jargão jurídico.

 

O site DEIXA EU TE FALAR se reserva no direito de manter a opinião dos articulistas integralmente, sem intervenções. Entretanto, o conteúdo apresentado na seção ”Artigos & Colunas é de inteira responsabilidade de seus autores.

Gostou da notícia? Siga o DEIXA EU TE FALAR  no FacebookInstagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias do Brasil e Rondônia.


HostMídia