Livre de Aftosa

Idaron firma termo de cooperação técnica para estimular notificação de doenças ao serviço veterinário oficial de Rondônia

Parceria também prevê colaboração na inspeção de produtos de origem animal

Publicado em 22 de fevereiro de 2021 0

Idaron firma termo de cooperação técnica para estimular notificação de doenças ao serviço veterinário oficial de Rondônia

A Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) e o Conselho Regional de Medicina Veterinária de Rondônia (CRMV-RO) firmaram termo de cooperação técnica para estimular a notificação de doenças ao serviço veterinário oficial. A medida, além de garantir qualidade e segurança à população, no consumo de alimentos derivados de animais, atende a exigência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), no processo de reconhecimento do Estado como área livre de febre aftosa sem vacinação.

O vínculo entre as duas entidades tem como objetivo ampliar e aperfeiçoar o sistema de informação zoosanitária (SIZ), estimulando seu potencial e assegurando o uso da ferramenta, promovendo a monitoração eletrônica do sistema de notificação de doenças. “Em resumo, vamos trocar informações e colaborar mutuamente em treinamentos e fiscalizações, com vistas à melhoria das ações de defesa sanitária animal do Estado”, explicou o médico veterinário e presidente da Idaron, Julio Cesar Rocha Peres.

Segundo ele, o termo de cooperação resultará ainda na maior sensibilização do médico veterinário autônomo, em todo o território rondoniense, no que se refere a notificação de doenças e suspeitas de doenças na plataforma elaborada pela Agência Idaron. “A participação do médico veterinário nesse processo é fundamental, uma vez que resultará no fortalecimento da vigilância passiva, com promoção de capacitações técnicas de ações de educação sanitária”, explicou.

Pelo termo, a Idaron atuará também na troca de informações, com colaboração em treinamentos e realização de fiscalizações, com vistas a melhoria significava das ações de defesa sanitária animal e a inspeção de produtos de origem animal. Ao CRMV-RO caberá o fornecimento de apoio técnico e de logística na sensibilização dos médicos veterinários sobre a notificação de doenças. “Ou seja, eles atuarão como sensores do sistema de atenção veterinária, uma vez que comunicarão à Idaron sempre que constatarem suspeita de enfermidades em propriedades rurais e irregularidades no abate e/ou comercialização de produtos de origem animal”.

 

Fonte: Idaron

Gostou da notícia? Siga o DEIXA EU TE FALAR  no FacebookInstagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias do Brasil e Rondônia.


HostMídia