Nova Mamoré

MP denuncia professor de tiro que matou aluno em cidade de Rondônia e acusado pode enfrentar júri popular

Segundo a denúncia, homicídio foi qualificado, com o uso de recurso que dificultou a defesa da vítima.

Publicado em 10 de janeiro de 2023

O Ministério Público, por meio da Promotoria de Justiça de Guajará- Mirim, ofereceu denúncia contra instrutor de tiro pela prática de homicídio qualificado, com o uso de recurso que dificultou a defesa da vítima.

Foto – Assessoria MP/RO

O crime ocorreu no dia 18 de setembro de 2022, em um stand de tiro, localizado numa área rural do município de Nova Mamoré. Segundo o inquérito da Polícia Civil, instruído com laudo pericial de exame tanatoscópico, bem como depoimentos de testemunhas, a vítima chegou no referido clube de tiro e entrou na sala do instrutor, onde, ao tentar tomar o armamento do denunciado, foi alvejada por 6 disparos de arma de fogo.

Conforme consta no laudo pericial de exame tanatoscópico, a vítima teve como causa da morte “traumatismo cranioencefálico” em razão da lesão causada pelo projétil de arma de fogo, que a atingiu a cabeça.

A denúncia foi recebida pelo juízo de direito da Comarca Guajará-Mirim, que entendeu que a conduta descrita é adequada ao tipo consignado e que a inicial está acompanhada de elementos que veiculam os indícios necessários para instauração da ação penal.

Caso seja pronunciado, o acusado será submetido ao julgamento do Egregio Tribunal do Juri, formado por cidadãos e cidadãs da Comarca de Guajará-Mirim.

Fonte – 025-folha do sul

Gostou da notícia? Siga o DEIXA EU TE FALAR  no FacebookInstagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias do Brasil e Rondônia.


HostMídia