Internacional

Novo emprego flexível registra rápida expansão na China

Dados são de pesquisa da Universidade de Jinan e da plataforma Zaophin.

 

A nova modalidade de emprego flexível teve forte expansão na China nos últimos anos, em meio ao desenvolvimento da economia digital e de plataformas, mostra relatório divulgado nesta quinta-feira (14).O número de empregados nesses novos empregos representou 19,1% de todos os funcionários no primeiro trimestre de 2023, em comparação a 13,8% no mesmo período de 2020, segundo o levantamento conjunto da Universidade de Jinan e a plataforma de recrutamento online Zhaopin.

No primeiro trimestre deste ano, 23,2% de todos os candidatos a emprego desejavam ter um novo trabalho flexível. O número subiu dos 18,6% registrados no primeiro trimestre de 2020, segundo o relatório.

Os novos postos de trabalho flexíveis são adotados em oito áreas, incluindo e-commerce de plataforma, entrega, serviços de bem-estar, serviços de conhecimento, transmissão ao vivo em plataformas e motoristas de compartilhamento de caronas, disse Guo Sheng, presidente da Zhaopin.

Essas oportunidades são encontradas principalmente em setores como transporte, logística, armazenagem, cultura, mídia, entretenimento e esportes. Mulheres, jovens e pessoas sem experiência profissional preferem esse tipo de emprego, diz o relatório.

A pesquisa também mostrou que os empregos flexíveis oferecem melhores salários, em comparação com o tradicional, mas o nível de bem-estar é menor.

 

Por Xinhua* – 20
Imagem Wu Hong/ EPA/ EFE


* A Revista Eletrônica DEIXAEUTEFALAR reserva-se o direito de manter integralmente a opinião dos articulistas sem intervenções. No entanto, o conteúdo apresentado na seção "COLUNISTAS" é de inteira responsabilidade de seus autores.

Deixe um comentário