Agora Vai

Obra da ponte entre Rondônia e Acre deve ficar pronta em março de 2021, diz Dnit

Atraso foi motivado por ‘queda na produção nacional de alguns insumos’ em decorrência da pandemia do novo coronavírus, segundo departamento. Estrutura começou a ser construída em 2014 e objetiva interligar ambos estados.

Publicado em 28 de janeiro de 2021 0

Obra da ponte entre Rondônia e Acre deve ficar pronta em março de 2021, diz Dnit

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que a obra da ponte sobre o Rio Madeira, na região da Ponta do Abunã, em Porto Velho, deve ficar pronta em março deste ano. A informação foi repassada à Rede Amazônica nesta semana via Lei de Acesso à Informação (LAI).

Segundo o Dnit, o motivo do atraso é em decorrência da “queda na produção nacional de alguns insumos” causada pela pandemia da Covid-19.

A estrutura de 1,9 Km de extensão está sendo construída desde 2014 e tem o objetivo de interligar Rondônia ao Acre. A obra foi orçada em R$ 130 milhões.

O órgão esclareceu também que o cronograma da obra foi diretamente afetado pelo atraso na entrega do aço necessário à construção do elevado. O Dnit informou ainda que faltam realizar serviços de pavimentação, sinalização, acabamento e drenagem na estrutura.

O acesso à ponte já está pavimentado no lado do Acre e em 97,22% no lado de Rondônia, conforme o departamento. Enquanto a entrega da ponte não é feita, motoristas e motociclistas utilizam uma balsa para atravessar o Rio Madeira.

A estimativa é de que mais de 2 mil veículos passem pela ponte assim que ficar pronta. A expectativa é de também agilizar e baratear o transporte de mercadorias entre os dois estados.

A obra já sofreu alguns atrasos. Entre muitas previsões, a última era de que a estrutura seria inaugurada no fim de 2020. Caso não ocorram novos atrasos, a ponte será inaugurada até o final de março.

Fonte: G1 RO

Gostou da notícia? Siga o DEIXA EU TE FALAR  no FacebookInstagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias do Brasil e Rondônia.


HostMídia