Polícia Civil

Polícia prende traficante dono de mansão e carros de luxo em Nova Mamoré, RO

Suspeito já havia sido preso em 2013 por tráfico, mas acabou sendo solto em 2016 e desde então voltou a vender entorpecentes na região, atingindo uma ‘ascensão patrimonial astronômica’. Carro encontrado na garagem de um dos imóveis do suspeito em Nova Mamoré. Polícia Civil/Reprodução Um traficante de drogas, de 32 anos, foi preso pela Polícia…

 

Suspeito já havia sido preso em 2013 por tráfico, mas acabou sendo solto em 2016 e desde então voltou a vender entorpecentes na região, atingindo uma ‘ascensão patrimonial astronômica’. Carro encontrado na garagem de um dos imóveis do suspeito em Nova Mamoré.

Polícia Civil/Reprodução

Um traficante de drogas, de 32 anos, foi preso pela Polícia Civil após cinco anos em liberdade do sistema prisional. O flagrante foi na quinta-feira (1°) em Nova Mamoré (RO), região de fronteira com a Bolívia, mas o nome dele não foi divulgado pela polícia.
Segundo o Departamento e Narcóticos (Denarc), o traficante gostava de ostentar vida de luxo em Nova Mamoré, inclusive tem mansão e carros de luxo como propriedade.
O suspeito já havia sido preso em 2013 por tráfico, mas acabou sendo solto em 2016 e desde então voltou a vender entorpecentes na região, atingindo uma ‘ascensão patrimonial astronômica’, conforme a investigação.
“Ele construiu uma bela casa, duas vilas de apartamentos e comprou carros de luxo, com dinheiros vindo do tráfego”, diz o Denarc.
Na quinta-feira, a polícia cumpriu mandados cumpriram três mandados de busca e apreensão nas residências do suspeito. Em um dos imóveis foram apreendidos 48 porções de pedras Oxi, além de cocaína e R$ 2 mil em dinheiro.
Policiais apreenderam dinheiro na casa de traficante em Nova Mamoré
Polícia Civil/Reprodução
Na garagem do suspeito foi localizado um carro que custa de R$ 150 a R$ 180 mil.
Após receber voz de prisão em casa, o traficante foi reconduzido ao Sistema Prisional e permanecerá à disposição da Justiça.


* A Revista Eletrônica DEIXAEUTEFALAR reserva-se o direito de manter integralmente a opinião dos articulistas sem intervenções. No entanto, o conteúdo apresentado na seção "COLUNISTAS" é de inteira responsabilidade de seus autores.

Deixe um comentário