Por Waldir Costa

Pré-candidato Vinícius Miguel é a bola da vez na política regional

A íntegra da coluna redigida pelo jornalista Waldir Costa

 

Eleições – A pré-candidatura do advogado e professor universitário de Rondônia, Vinícius Miguel, filiado ao Cidadania, a governador do Estado é um dos assuntos predominantes nos bastidores da política estadual nas últimas semanas. Vinícius Miguel até se desligou do cargo de secretário de Agricultura do município de Porto Velho, para poder se preparar e concorrer ao cargo político-eleitoral mais importante do Estado. Com ótimo desempenho nas eleições a governador em 2018, quando entrou na disputa como um franco-atirador, pois nunca participou diretamente da política partidária, Vinícius Miguel não conseguiu o mesmo desempenho na disputa pela Prefeitura de Porto Velho em 2020, quando ficou na terceira colocação e não conseguiu chegar ao segundo turno.

Eleições II — Nas eleições de 2018, Vinícius Miguel obteve 110.585, sendo 69.820 deles em Porto Velho. Como não tinha afinidades com o interior, não conseguiu votos suficientes para chegar ao segundo turno, mas na capital foi o mais bem votado superando o hoje governador, Marcos Rocha, na época no PSL, que venceu o segundo turno derrotando o ex-senador Expedito Júnior (PSDB), que tinha sido o mais bem votado no primeiro turno. Em 2020, nas eleições municipais (prefeito e vereador), Vinícius filiado ao Cidadania, não conseguiu um bom desempenho nas urnas, ficou na terceira colocação e não chegou ao segundo turno, disputado pelo atual prefeito, Hildon Chaves (PSDB), que se reelegeu, e a ex-vereadora Cristiane Lopes (PP).

Eleições III – No município mais importante do Cone Sul, Vilhena, um dos nomes fortes na política é do empresário do agronegócio, Jaime Bagattoli, que concorreu ao Senado em 2018, pelo PSL e ficou na terceira colocação com 18.354 votos a menos que Confúcio Moura, eleito. É importante destacar que Confúcio já foi deputado federal, prefeito de Ariquemes e governador do Estado em dois mandatos seguidos. Bagattoli nunca disputou uma eleição. As informações de Vilhena é que Bagattoli é pré-candidato a única das três vagas ao Senado, que será disputada em outubro próximo. A exemplo de Vinicius Miguel, a expectativa é que o empresário Bagattoli terá a derradeira chance de conseguir um mandato eletivo este ano, provar ser bom de voto, e que a votação expressiva ao Senado em 2018 não foi pela “onda Bolsonaro”.

Pesquisa — O empresário Juvenil Coelho, do Instituto Phoenix de Pesquisa está realizando um trabalho de campo na capital e no interior do Estado para saber dos eleitores em qual candidato irá votar a governador nas eleições de outubro próximo. A pesquisa é estimulada e, após concluída, registrada e formalizadas todas as medidas legais, será publicada. Ainda é cedo, para que o eleitor tenha uma visão macro sobre os candidatos que estarão na disputa, o que ocorrerá somente com as convenções partidárias (20 de julho a 5 de agosto) para escolha dos candidatos a presidente da República, governadores, uma das três vagas ao Senado de cada Estado e Distrito Federal, além de deputados federais e estaduais. Mas certamente teremos um grupo de nomes expressivos em condições de concorrer a governador.

Parceria – Durante três dias (22, 23 e 24) a professora Cynthia Zulian, das 9h às 12h esteve ministrando a oficina “Relações Interpessoais no Trabalho”, a funcionários do Conselho Estadual de Educação. A Oficina foi ministrada no salão nobre Professor Lourival Chagas da Silva. A professora Cynthia, é profissional gabaritada e servidora da Escola do Legislativo (EL), que pertence à Assembleia Legislativa (Ale), presidida pelo deputado Alex Redano (PRB-Ariquemes). A apresentação da Oficina só foi possível graças à parceria com o Conselho Estadual de Educação e a escola dos deputados, comandada pelo diretor-geral, Fábio Ribeiro. A EL oferece inúmeros cursos de capacitação profissional aos servidores da Casa do Povo e aos demais órgãos públicos (federal, estadual e municipal). A comunidade também é atendida com a oferta das vagas remanescentes.

Respigo

A definição de quem será o líder do governo no Senado ficou para depois do Carnaval. Estão cotados os senadores Marcos Rogério (PL-RO) e Jorginho Mello (PL-SC), mas ambos têm pretensões de concorrer a governador em seus estados +++A exemplo dos demais órgãos públicos a Prefeitura de Porto Velho encerra o expediente hoje (25) e só retornará no próximo dia 3 (quinta-feira) devido ao Carnaval, segunda-feira (28), terça-feira (Carnaval) e quarta-feira (de Cinzas) foram decretados ponto facultativo pelo prefeito Hildon Chaves (PSDB) e só estarão ativos os servidos essenciais +++ Na Assembleia Legislativa (Ale) a situação é a mesma com os servidores, inclusive da Escola do Legislativo, que pertence a Ale. O expediente encerra hoje (25) e os trabalhos serão reiniciados somente na próxima quinta-feira (3) +++ Os bancos também fecham hoje e só reabrirão na quarta-feira de Cinzas no horário das 12h às 15h. Quem tem operações bancárias no período deve antecipar as ações.


* A Revista Eletrônica DEIXAEUTEFALAR reserva-se o direito de manter integralmente a opinião dos articulistas sem intervenções. No entanto, o conteúdo apresentado na seção "COLUNISTAS" é de inteira responsabilidade de seus autores.

Deixe um comentário