compras

Sem fiscalização Governo Estadual e Municipal gastam a lavontê

RONDÔNIA – pandemia para o setor de medicamentos, materiais de EPI’s e higiene pessoal tem sido rentável. Com a decretação de Estado de Calamidade Pública o processo de compras foi desburocratizado (dispensa de licitação) para aquisição de insumos e material necessário no combate a COVID-19. Infelizmente não é isto que está acontecendo. Sob a justificativa…

 

RONDÔNIA – pandemia para o setor de medicamentos, materiais de EPI’s e higiene pessoal tem sido rentável.

Com a decretação de Estado de Calamidade Pública o processo de compras foi desburocratizado (dispensa de licitação) para aquisição de insumos e material necessário no combate a COVID-19. Infelizmente não é isto que está acontecendo.

Sob a justificativa de despesas sem licitação (COVID-19), o Governo Estadual e Municipal está gastando a lavonté em compras de álcool em gel, máscaras, produtos de limpeza e outros insumos de extrema necessidade. 

Uma avalanche de denúnicas de profissionais da saúde chegam a redação do deixaeutefalar.com sobre à falta de material (álcool, máscaras, equipamentos de proteção).

Aguardamos uma resposta das autoridades estaduais e municipais que explique por que os materiais não estão chegando nas UPAS e UNIDADES. Cadê os materiais?

Aguardando resposta no email [email protected]

Denúncia Parte 1…


* A Revista Eletrônica DEIXAEUTEFALAR reserva-se o direito de manter integralmente a opinião dos articulistas sem intervenções. No entanto, o conteúdo apresentado na seção "COLUNISTAS" é de inteira responsabilidade de seus autores.

Deixe um comentário