ALE/RO

“TENHO NOJO” – Deputado diz que Henrique Prata usa a dor das pessoas para destruir reputações

O deputado afirmou que “sente nojo” do fundador do Hospital do Amor

Publicado em 26 de outubro de 2022

O plenário da Assembleia Legislativa de Rondônia – ALE na última terça-feira discutiu intensamente a situação atual do sistema público de saúde no estado, duramente criticado por deputados da oposição que chegam a cogitar a criação da CPI.

Integrante da base do governo, o deputado estadual Marcelo Cruz se opôs às posições dos deputados que, segundo ele, estão usando a Câmara para influenciar a eleição.

“Poucos dias antes da eleição, começou a politicagem, o governo não era bom, já foi bom, faltam alguns dias, agora é uma porcaria. Felizmente, a população de Rondônia está madura o suficiente para saber o que é politicagem”, disse Marcelo Cruz.

O parlamentar disse ainda estar “indignado” com o fundador do Hospital do Amor, Henrique Prata, que ameaçou fechar o hospital se Marcos Rocha vencesse a eleição.

“Um homem de sua estatura vindo para se manifestar durante um período eleitoral me deixa doente, por que ele não se apresentou antes? As pessoas têm medo porque ele vai à mídia e está acostumado a arruinar a reputação das pessoas. Temos que respeitar o sofrimento das pessoas que estão lá, agora não é o momento para isso”, disse Marcelo Cruz.

Nesta semana, o governo solicitou uma prestação de contas ao Hospital do Amor, que foi acusado de incluir as compras de cerveja e filé mignon em seus relatórios de despesas. Henrique Prata continua fazendo campanha para o senador Marcos Rogério.
.

Gostou da notícia? Siga o DEIXA EU TE FALAR  no FacebookInstagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias do Brasil e Rondônia.


HostMídia