Eleições 2022

TSE decide limitar participação de Michelle em campanha de Bolsonaro

A Corte aprovou as determinações do ministro Paulo de Tarso Sanseverino que havia recebido pedidos dos partidos: PDT E PT

Publicado em 18 de setembro de 2022

TSE decide limitar participação de Michelle em campanha de Bolsonaro

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu que irá restringir o tempo de participação de Michelle Bolsona, primeira-dama, nas propagandas políticas do presidente Jair Bolsonaro (PL).

A Corte aprovou as determinações do ministro Paulo de Tarso Sanseverino, no começo do mês de setembro, determinando que a presença da primeira-dama seja reduzida.

O magistrado em questão, aceitou as solicitações feitas pelos partidos PDT e PT dos candidatos Ciro Gomes e Luiz Inácio Lula da Silva, respectivamente.

“A participação da primeira-dama Michelle Bolsonaro ocorreu em 100% do tempo das inserções na propaganda eleitoral gratuita e na condição de apoiadora, pois foi realizada com o objetivo de transferir prestígio e apoio ao representado, distanciando-se, portanto, da condição de mera apresentadora, ou seja, de pessoa que se limita a emprestar sua voz e imagem, sem acrescentar qualquer juízo de valor sobre a candidatura,” escreveu o ministro na ocasião.

PUBLICIDADE

Gostou da notícia? Siga o DEIXA EU TE FALAR  no FacebookInstagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias do Brasil e Rondônia.


HostMídia