Por Valdemir Caldas

A importância da sucessão municipal

O mundo está sintonizado. Os acontecimentos que nele ocorrem se interligam em movimentos de repercussão que se influenciam em todos os seus quadrantes.

Publicado em 16 de junho de 2020 0

A importância da sucessão municipal

Começam a surgir às primeiras pré-candidaturas à sucessão do prefeito de Porto Velho, doutor Hildon Chaves, que, até agora, não disse se vai disputar a reeleição. O surgimento de alguns nomes nos mais diversos segmentos políticos do município inicia, assim, a definição do quadro de postulantes ao palácio Tancredo Neves diante do qual o eleitor portovelhense terá de optar no pleito que se avizinha, não apenas pensando em termos pessoais imediatistas, mas de maneira geral, considerando o atual quadro de dificuldades pelo qual passa a população.

Reveste-se, por isso mesmo, da maior importância essa escolha. Afinal, Porto Velho, quer queira ou não os derrotistas, os que fazem do pessimismo uma força de adaptar-se à inércia de quem deseja viver mergulhado no ócio, dos que não creem em mais nada, dos que não fazem outra coisa a não ser semear o veneno da discórdia e da cizânia, ainda tem jeito, e os que estão no comando da nau precisam estar plenamente adaptados às exigências de uma situação que se modifica na dinâmica das transformações que afetam os quatro cantos do país e do planeta.

O mundo está sintonizado. Os acontecimentos que nele ocorrem se interligam em movimentos de repercussão que se influenciam em todos os seus quadrantes. É dentro desse contexto que os eleitores portovelhenses deverão marchar às urnas para escolher o prefeito e vinte e um vereadores que vão comandar os destinos desta terra por um período de quatro anos. Que as escolhas recaiam sobre candidatos preparados e vocacionados para a difícil empreitada que se desenha ante os que tiverem a responsabilidade de governar o nosso município! Porto Velho precisa sair do pântano no qual a incompetência o lançou para tornar-se grande. Para isso, precisamos acertar nas escolhas. Caso contrário, vamos continuar regredindo.

Gostou da notícia? Siga o DEIXA EU TE FALAR  no FacebookInstagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias do Brasil e Rondônia.


HostMídia